Relatório expõe assédio do regime chinês ao Falun Gong no Canadá

Um artigo no National Post de 5, de janeiro de 2018, intitulado "Não saia da linha: relatório confidencial revela como as autoridades chinesas assediam ativistas no Canadá", expôs como o Partido Comunista Chinês (PCC) usou seus agentes no exterior para assediar ativistas de direitos humanos canadenses, dissidentes e, particularmente, o Falun Gong.

Artigos de hoje20 de Janeiro de 2018

Artigos do dia anterior   |   Ver arquivo

Uma vitória pela liberdade de crença: acusações contra duas praticantes do Falun Gong são retiradas

A polícia prendeu a Sra. Wang Yu e a Sra. Yang Aiping, residentes da cidade de Dandong, em agosto de 2016, por enviar mensagens de texto que expuseram a perseguição do regime comunista chinês contra o Falun Gong, uma disciplina espiritual atualmente perseguida na China.

10.869 casos de praticantes do Falun Gong presos e assediados foram relatados no primeiro semestre de 2017

Outros 4.278 casos de praticantes do Falun Gong presos ou assediados foram relatados em junho de 2017, elevando a contagem total para 10.869 no primeiro semestre de 2017.

O meu hotel em uma cidade da montanha é diferente

Eu sou uma fazendeira, mas não tenho minha própria terra. Para ganhar a vida, eu renovei minha casa e terreno, transformando-os em um hotel. Oito anos se passaram desde então, e tenho muitas experiências para compartilhar.

Notícias recentes

© Copyright Minghui.org 1999-2018